A propósito da decisão de prolongar o tratado “New START” por um período de cinco anos, o Governo português emitiu o seguinte comunicado:

Portugal saúda os passos positivos dados pelos EUA e a Federação Russa para prorrogar a vigência do tratado New START, sobre a redução do número dos seus arsenais de armas nucleares estratégicas, por um período de 5 anos. O  tratado New START tem sido essencial  para a segurança e estabilidade estratégica europeia e mundial e para a prossecução dos objetivos de desarmamento nuclear consagrados no Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares (TNP).

Portugal espera que este desenvolvimento seja prenúncio de futuras reduções adicionais em todos os tipos de armas nucleares e para o reforço de medidas e instrumentos destinados a aumentar a confiança, nomeadamente no campos da redução de riscos, transparência e verificação.

A segurança nuclear global sustentada é do interesse de todos os países. É necessário fortalecer e ampliar o escopo da atual arquitetura de controle de armamentos. É essencial que haja um envolvimento de todos os atores relevantes num diálogo substantivo sobre esta matéria. 

Lisboa, 29 de janeiro de 2021

  • Partilhe